PORTUGAL FAZ BEM 3DAYS' SUMMIT

6 de maio de 2021
TURISMO INDUSTRIAL NO #PORTUGALFAZBEM 3DAYS' SUMMIT
12 A 14 | MAIO 2021

 

📣🇵🇹 Tudo a apostos para a 1ª edição da Conferência.
ARQ. & DESIGN | PRODUÇÃO | TURISMO
 
 🇵🇹 A HISTÓRIA PORTUGAL FAZ BEM
Tudo a postos para a Conferência #PortugalFazBem 3Days' Summit - a 1ª edição que leva até si Histórias da Indústria portuguesa através da Arquitetura e Design, de estruturas da Produção e do Turismo.

Para que fique a par de como tudo começou e de todos os passos que demos até hoje, levamos até si a história ainda breve deste projeto ambicioso, que pretende ser de partilha de conhecimento, e do saber fazer português.

Portugal Faz Bem quer mostrar a beleza do processo de fabrico e do saber fazer português, e como ambos resultam em produto final.

A beleza de Portugal e as suas características de Design, Produção e Turismo foram desde sempre, um trio apaixonante na vida e carreira da Mentora do projeto. A marca Portugal Faz Bem agora em análise, é fruto do amor que tem pelo seu país. Já desenvolveu e mentorou vários novos e inovadores projetos e marcas, e aos 56 anos resolve construir e apostar na mostra da beleza do processo produtivo numa nova proposta turística - no Turismo Industrial.

Portugal Faz Bem começou com o “Mais Português Hotel do Mundo - a criação de um espaço hoteleiro efémero, construído e montado com recurso unicamente a marcas de produção portuguesa, (apresentado na Horexpo & Alimentária na FIL em 2017).
 
O Projeto que se desenrolou ao longo de 8 meses, desde o conhecimento do desafio proposto, criação de conceito, gestão e montagem terminou com enorme sucesso, espelhando em 50 marcas a qualidade e diversidade da produção nacional, num espaço hoteleiro composto por área de Receção, um pequeno Lobby, Sala de Estar, Sala de Refeições e 2 Quartos Premium, criado por 5 gabinetes de arquitetura de interiores em função de cinco narrativas portuguesas.

Durante este trabalho de criação de conceito e gestão de projeto, as arquitetas e designers de interiores envolvidas sentiram alguma falta de informação do tecido empresarial português, devido sobretudo à sua dispersão e, ao mesmo tempo, uma desinformação relativa a marcas nacionais enquanto profissionais especialistas, já que muitas destas marcas embora já contassem com a notoriedade internacional, muitas eram desconhecidas em Portugal. O resultado dessa experiência e da constatação do défice de conhecimento geral e da falta de exposição e visibilidade das marcas portuguesas do sector em contexto nacional, leva à criação do Portugal Faz Bem - um diretório pesquisável que mapeia, agrega e conta as histórias da nossa produção, através de um só sítio.
Não foi de menos importância para esta decisão, a realização do Horexpo Innovation Lab "O Hotel, que Futuro e Inovação?" desencadeado pela mentora Portugal Faz Bem em contexto da mesma feira, e o decorrer da sua certificação em Design Thinking & Prototyping, já que entre outras conclusões supra interessantes, os participantes desta ação aberta e participada por hoteleiros seniores e juniores, devolviam a informação de que os hotéis do futuro deviam também ser mais portugueses, locais e menos universais (estávamos no ano de 2017).

O projeto passou por uma primeira fase de investigação, mapeamento e construção de base de dados, em que se pretendia medir o número de marcas que deveriam constar no Diretório e o que se iria efetivamente mapear. Esta foi uma fase em que Joana Beirão, mentora do projeto, atuou sozinha, e no exercício da sua atividade ia colecionando informação. Em 2018 lançou uma Landing Page anunciando um novo guia digital dedicado às marcas portugueses. E em 2019 lançava os primeiros Encontros, com objetivo de entrevistar e ter um relacionamento mais próximo com arquitetos, designers e marcas e assim interagir e aprender, por forma a identificar oportunidades no âmbito do conhecimento da produção em queria atuar.
 
Inicialmente realizados na Fábrica das Startups, ainda permitiram dar origem à primeira apresentação em contexto de feira, materializado num spot expositivo e posterior produção de capa da Revista “As Vozes do Empreendedorismo Feminino". Seguiu-se mais tarde o Encontro com marcas no espaço Coletivo 284 nas Amoreiras em Lisboa e posteriormente na Roca Lisboa Gallery já em parceria com a marca Roca.
O feedback dos orados e assistência foi desde logo muito positivo e os Encontros passaram a ser regulares. Nessa altura é lançado o convite à Carla Gago, proprietária de uma loja de Decoração em Carcavelos, e que havia participado no projeto na FIL para se juntar ao projeto, passando assim a equipa a ser de 2 pessoas.
 
No decorrer desses Encontros e à medida que mais marcas foram convidadas a fazer parte do Diretório, validou-se a tendência e vontade geral da valorização de tudo o que é autêntico e local, em contexto universal.
 
Forçando a análise e vontade de incluir no projeto um pilar ligado ao turismo (vivia-se o cenário muito claro e positivo do aumento deste mercado), foi óbvia a ideia de incluir uma dinâmica ligada ao Turismo Industrial, e surge a vontade de partir para a construção de Roteiros de visita à produção destes artesãos, manufaturas e indústria, proveniente de algum tempo e trabalho de pesquisa e idealização sobre o tema. Junta-se então ao projeto para criar e consolidar este pilar, a arquiteta Maria José Cuesta, de origem espanhola mas residente em Lisboa, e ainda o Designer nacional mas muito internacional Jorge Moita, após ter sido um dos primeiros convidados dos Encontros presenciais, amigo e com um enorme carácter inovador e artístico para incluir essa valência no projeto, juntamente com o seu enorme know how em design solidário e ligado à sustentabilidade.

Consolidada a escolha dos pilares de atuação e posicionamento do projeto, o passo seguinte foi contactar o Turismo de Portugal, para requerer toda a informação sobre esta linha e produto turístico - Turismo Industrial, e qual não foi o espanto de que, não só o Turismo de Portugal nos recebeu com muita celeridade, como também também devolveu a informação que estava em curso a constituição de um grupo dinamizador para a criação da Rede Nacional de Turismo Industrial português, com a participação dos Municípios e Entidades Regionais do Turismo de Portugal.
Desde logo nos propusemos a trabalhar e a aprender também.
O projeto foi tão bem recebido, que fomos convidados a participar no 4.º Webinar do Turismo Industrial de Portugal para falar da nossa Experiência Turística na Indústria Viva.

Portugal Faz Bem conta as histórias da Indústria portuguesa dos Ambientes, Arquitetura e Design, através de um só sítio e disponibiliza um conjunto de Experiências de Turismo Industrial de compra imediata e de reserva, num marketplace em desenvolvimento.

Através do Diretório mapeado, dos Encontros com profissionais e dos Roteiros a locais de produção viva e complexos museológicos, pretende fazer realçar e colocar mais perto do consumidor o Design e a Produção da Indústria dos Ambientes (arquitetura, design e decoração).

O seu propósito é a criação de uma comunidade que valoriza a história do processo criativo do que de melhor se faz em Portugal contemporâneo, e dar a conhecer numa estrutura acessível e organizada digitalmente, ao mesmo tempo que promover o orgulho e mais portugalidade. Ao apelar ao recurso a profissionais e produções locais, contribui para a sustentabilidade da indústria local e autêntica, da economia e da promoção do pais.

Através do Diretório #PortugalFazBem a plataforma promove marcas de Artesãos, Manufaturas e Produtores industriais portugueses ativos, pelas montras que mapeam histórias vivas, catálogos e contactos de livre acesso. Os eventos estreitam relacionamentos entre os membros da comunidade e o consumidor final através da organização de Encontros mensais, Conferências e Mostras de produtos. As Experiências levam até ao consumidor profissional, prescritor e final, um conjunto de iniciativas de Turismo Industrial em Roteiros Guiados, Visitas a Museus e Oficinas de Artes e Ofícios, Lojas com História e de Produtos de Design, e Cursos em Fábricas e outros locais em laboração.
 
Brevemente fará a sua primeira aproximação a rondas de investimento com vista à criação de uma plataforma super robusta, já que a equipa Portugal Faz Bem embora tenha iniciado esta viagem a partir da industria do seu sector de atividade, a verdade é que ambiciona estender a outros sectores, em que Portugal é igualmente expert.
 
A si que se inscreveu para estar connosco a partir de amanhã, será um gosto tê-lo/a a assistir, participar e a conhecer mais um conjunto de histórias portuguesas absolutamente maravilhosas, mas desta vez também provenientes do Brasil e Espanha.
De manhã teremos debates dedicados ao Design, Produção, Sustentabilidade e Turismo e à tarde entregamos-lhe inspiração, proveniente das mais diversas áreas em que o design, a criatividade e a inovação serão os motes principais.
 
Queremos mesmo que desfrute e se inspire!

Adicionar comentário

Todos os direitos reservados - © S. João da Madeira - Turismo Industrial