SERVIÇO EDUCATIVO

A indústria desde sempre que se constituiu como lugar privilegiado de construção de ideias de futuro. Fundamentais para a construção da sociedade que conhecemos, os espaços industriais possuem um valor social acrescido pela sua potencialidade em se constituírem como lugares de referência ao passado histórico, mas também como espaços de reflexão sobre questões do presente e do futuro.
Após a consolidação do Turismo Industrial de S. João da Madeira enquanto produto turístico, o lançamento do Serviço Educativo pretende desenvolver as suas potencialidades no campo da educação, bem como promover e melhorar as condições de acesso – nomeadamente físico, social e intelectual - a públicos diferenciados.
Uma fábrica pode ser muito mais do que um lugar de produção de bens de consumo. Uma fábrica também pode ser um lugar de questionamento, de pensamento e de criação. Ambiente. Arquitetura. Arte. Corpo. Tecnologia. Movimento. Som. Memória. Economia. Trabalho. Indústria como arena. O que foi. O que é. O que pode ser. Na escala da proximidade, cruzar os de dentro com os de fora destes lugares. Dar voz. Ter voz. Partilhar e criar em conjunto.
LIGA-TE À INDÚSTRIA é uma proposta pensada para estimular a diversidade de relações que se podem construir entre os indivíduos e a indústria.

 












  • A FÁBRICA. UMA ORQUESTRA EM MOVIMENTO

    A FÁBRICA. UMA ORQUESTRA EM MOVIMENTO

    Uma fábrica é como uma orquestra muito bem afinada. Após uma visita onde se estará particularmente atento aos gestos (humanos) e movimentos (mecânicos) associados aos processos produtivos, os participantes serão convidados a explorar os movimentos e os gestos do seu corpo, para no fim criarem e apresentarem uma coreografia baseada no processo produtivo da fábrica que visitaram.
    Conceção e orientação | Mariana Silva / Equipa Serviço Educativo do Turismo Industrial
    Público-alvo | 1º, 2º e 3º ciclo – 6 aos 15 anos
    Duração | 120 minutos (com visita)



     ...

  • MÁQUINA, MÚSICA, AÇÃO

    MÁQUINA, MÚSICA, AÇÃO

    A música pode ser feita de muitas maneiras e esta é uma delas: com materiais utilizados nas fábricas. Nesta oficina, os participantes têm a possibilidade de desenvolver a sua capacidade criativa musical e fazer músicas com objetos pouco convencionais. Também podem ouvir os sons ouvidos das fábricas para descobrir a sua pulsação e ritmo e utilizá-los para improvisar.
    Conceção e orientação | Ana Moreira e Teresa Silva / Equipa Serviço Educativo do Turismo Industrial
    Público alvo | Pré-escolar, 1º e 2º ciclo – 3 aos 12 anos
    Duração | 120 minutos (com visita)
    ...

  • VEM CONSTRUIR A TUA FÁBRICA!

    VEM CONSTRUIR A TUA FÁBRICA!

    Os participantes terão conhecimento do que é uma fábrica e uma linha de produção. O desafio é simples! Cada participante vai criar a sua própria fábrica e criar o objeto de produção. Empreendedorismo, sensibilidade, criatividade, liberdade, maqueta, produção em série, são alguns dos conceitos-chave desta visita-oficina.
    Conceção e orientação | José Rosinhas / Equipa Serviço Educativo do Turismo Industrial
    Público alvo | 3º ciclo e ensino secundário – 13 aos 18 anos
    Duração | 120 minutos (com visita)
    ...

  • MANIFESTO

    MANIFESTO

    Manifesto = declaração pública. Ao cruzar a visita a uma fábrica com um conjunto de imagens e documentos de arquivo, nesta visita-oficina procurar-se-á olhar a partir de novos ângulos, propor novas leituras. Construir o nosso manifesto, a nossa declaração pública, dar a nossa opinião sobre o lugar da indústria no presente e no futuro do nosso mundo.
    Conceção e orientação | Mariana Silva / Equipa Serviço Educativo do Turismo Industrial
    Público alvo | 3º ciclo e ensino secundário – 13 aos 18 anos
    Duração | 120 minutos (com visita)
    ...

  • AS SANJO ANDAM AÍ...

    AS SANJO ANDAM AÍ...

    A Sanjo é uma marca de sapatilhas de S. João da Madeira que ficou célebre por todo o país. Por isso, no Museu do Calçado há uma vitrine cheia de belas sapatilhas Sanjo. Depois de verem os diferentes modelos os visitantes irão criar a sua própria sanjo.
    Conceção e orientação | Museu do Calçado
    Público alvo | 1º, 2º e 3º ciclo, público sénior e com necessidades educativas especiais 
    Duração | 30 minutos
    ...

  • RETALHOS DA CHAPELARIA

    RETALHOS DA CHAPELARIA

    Um chapéu de mil retalhos tem muitas histórias para contar. Depois de as descobrires como as vais emoldurar?
    Conceção e orientação | Museu da Chapelaria
    Público alvo | 1º, 2º e 3º ciclo, público sénior e com necessidades educativas especiais 
    Duração | 30 a 40 minutos
    ...

  • A COMPLEXIDADE DO FIO

    A COMPLEXIDADE DO FIO

    Difícil mesmo é desfazer um nó feito por milhares de fios. Imagina, agora, um nó num tear com mais de 1000 fios! Complexo não? Difícil muito menos! É apenas a complexidade do fio!
    Conceção e orientação | Alexandra Alves / Equipa Serviço Educativo do Turismo Industrial
    Público alvo | 1º ciclo - 6 aos 10 anos
    Duração | 45 minutos

     ...

  • RECRIAR ARQUITETURAS

    RECRIAR ARQUITETURAS

    Da calçada portuguesa avistamos fachadas que em outros tempos foram grandes espaços emblemáticos da cidade. Repensar e recriar arquiteturas com cores e materiais novos, utilizando produtos originais da única fábrica de lápis em Portugal ou feltro da maior empresa de feltros do mundo!
    Conceção e orientação | Alexandra Alves / Equipa Serviço Educativo do Turismo Industrial
    Público alvo | Do 3º ano do 1º ciclo e 2º ciclo - 8 aos 12 anos
    Duração | 45 minutos
    ...

  • O CHAPÉU DA SELFIE

    O CHAPÉU DA SELFIE

    Se é para tirar selfie que seja com chapéu! Redondo, bicudo ou aos bicos o chapéu és tu que o imaginas e crias! Resta ainda saber qual o chapéu mais original!
    Conceção e orientação | Alexandra Alves / Equipa Serviço Educativo do Turismo Industrial
    Público alvo | 1º ciclo - 6 aos 10 anos
    Duração | 45 minutos
    ...

  • O NOSSO LÁPIS GIGANTE

    O NOSSO LÁPIS GIGANTE

    Na fábrica vemos como se fazem lápis azuis e amarelos. Grandes e pequenos. Muito fininhos e muito grossos. Como é possível fazer todos os lápis que a nossa imaginação quiser. Mas agora é hora de fazermos o nosso lápis gigante!
    Conceção e orientação | Mariana Silva / Equipa Serviço Educativo do Turismo Industrial
    Público alvo | Pré-escolar e 1º ciclo – 3 aos 10 anos
    Duração | 45 minutos
    ...

  • CADA PÉ SEU SAPATO

    CADA PÉ SEU SAPATO

    Pesado, leves, confortáveis ou penosos…. Encontras tu, o sapato perfeito para o teu pé?
    Corta, monta e cria um modelo só teu e dá asas à tua imaginação!
    Conceção e orientação | Alexandra Alves / Equipa Serviço Educativo do Turismo Industrial
    Público alvo | 1º ciclo - 6 aos 10 anos
    Duração | 45 minutos

     ...

  • OLI

    OLI

    A "Oli", é uma simpática menina que vai guiar grupos de crianças do pré-escolar, 1º e 2º ano do ensino básico, contribuindo para, de uma forma descontraída, aproximar a realidade das fábricas aos mais pequenos. Com um nome inspirado na Oliva, apresenta-se ao trabalho com diversos adereços e utensílios que remetem para importantes referências da indústria sanjoanense, incluindo uma mala recheada de surpresas didáticas.
    Conceção e orientação | Alexandra Alves / Equipa Serviço Educativo do Turismo Industrial
    Público alvo | Pré-escolar e 1º ciclo – 3 aos 10 anos
    Duração | 60 minutos.
    ...

  • PÉU

    PÉU

    Era uma vez a menina Péu... A Péu vive num lugar especial chamado Museu que guarda histórias mágicas de chapéus…
    Personagem inspirado nos contos de fadas, a Péu leva as crianças a descobrirem o espaço museológico de forma simples, transformando a visita ao Museu numa experiência inesquecível!
    Conceção e orientação | Museu da Chapelaria
    Público alvo | Pré-escolar
    Duração | 60 minutos
    ...

  • O SAPATO MAIS FAMOSO DO MUNDO

    O SAPATO MAIS FAMOSO DO MUNDO

    O Museu do Calçado abre o seu percurso expositivo com o sapato mais famoso do mundo, o da Cinderela. Partindo do conto tradicional e com a ajuda da Cinderela, os mais pequenos vão descobrir o maravilhoso processo de fabrico de um sapato e conhecer muitos sapatos ao longo da história da humanidade.
    Conceção e orientação | Museu do Calçado
    Público alvo | Pré-escolar
    Duração | 60 minutos
    ...

pt
en
fr
es
Todos os direitos reservados - © S. João da Madeira - Turismo Industrial