http://www.cm-sjm.pt/files/18/18340.pdf

Conclusões do Congresso http://www.cm-sjm.pt/18339" />

Rede Europeia de Turismo Industrial

2012-12-21
Rede Europeia de Turismo Industrial
S. João da Madeira contribui para criação de Rede Europeia de Turismo Industrial

IV Congresso Europeu de Turismo Industrial decorreu nos dias 22 e 23 de novembro no edifício da Torre da Oliva.


A criação de uma Rede Europeia de Turismo Industrial foi uma das conclusões do IV Congresso Europeu de Turismo Industrial, que, durante os dias 22 e 23 de novembro, decorreu na Torre da Oliva. Na sessão de abertura, Castro Almeida chamou a atenção para o facto de “S. João da Madeira ser um marco do turismo industrial em Portugal, numa clara orientação estratégica do município em valorizar o tecido produtivo do concelho”.

Durante dois dias, cerca de 250 congressistas, oriundos de diferentes países europeus – responsáveis e especialistas na área do turismo industrial portugueses, franceses e espanhóis, mas também representantes do Reino Unido, Alemanha, Holanda, República Checa e Itália –, debateram as potencialidades do setor para gerar experiências enriquecedoras de alto valor cultural e económico nos países que apostam nesta área.

No final dos trabalhos, onde a experiência do município sanjoanense foi reconhecida “como exemplar”, as entidades organizadoras do evento – Câmara Municipal sanjoanense, Assemblée des Chambres Françaises de Commerce et d’Industrie e Cámara de Toledo – assinaram a «Declaração Europeia do Turismo Industrial», documento que vai servir de base para a criação da Rede Europeia de Turismo Industrial.

Nesse sentido, e no âmbito dos «Circuitos pelo Património Industrial», os congressistas congratularam-se ainda com a “metodologia de trabalho desenvolvida localmente” por S. João da Madeira, bem como a “qualidade final do produto turístico apresentado”.

Ainda na sessão de abertura, Castro Almeida recordou que depois das escolas e da habitação, apostas nos primeiro e segundo mandatos, agora a produção de riqueza é a grande aposta da autarquia. E os «Circuitos pelo Património Industrial», que incluem a Viarco, a Heliotêxtil, a Helsar, a Everest, a Cortadoria Nacional de Pelo, a Fepsa, o Centro de Formação Profissional da Indústria de Calçado, o Centro Tecnológico de Calçado de Portugal e o Museu da Chapelaria, são disso um bom exemplo.

Aliás, segundo revelou ao congresso a técnica responsável pela implementação do projeto, Vanda Cardoso, entre janeiro e agosto, mais de quatro mil pessoas visitaram os «Circuitos pelo Património Industrial de S. João da Madeira.

Declaração de S. João da Madeira http://www.cm-sjm.pt/files/18/18340.pdf

Conclusões do Congresso http://www.cm-sjm.pt/18339

Adicionar comentário

pt
en
Todos os direitos reservados - © S. João da Madeira - Turismo Industrial